Campeão de torneio da CBF Sub-17, Álvaro Martins destaca promoção de atletas no Ceará

Logo: Futebol Cearense

Futebol Cearense

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fi2.wp.com%2Ffutebolcearense.net%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F07%2FCeara-Base-2021.-1165.jpg%3Ffit%3D3000%252C2000%26ssl%3D1&q=25&w=1080

Foto: eslleylopesfotografo

Técnico comandou equipe desfalcada no Torneio de Desenvolvimento da CBF, vencido nospênaltis

A equipe sub-17 do Ceará levantou o primeiro título da temporada no último fim de semana.Sob o comando do técnico Álvaro Martins, o Vozão bateu o Fortaleza nos pênaltis após oempate por 1 a 1 no tempo normal e conquistou o título do Torneio de Desenvolvimento daCBF. A competição, disputada entre times do estado, foi uma oportunidade para o treinadorrodar seu elenco e valorizar os atletas nascidos em 2005, em seu primeiro ano na categoria,como ele explica.

“Acho que esse campeonato foi importante pois demos mais espaço aos atletas que nãotinham no Brasileiro. Como subimos vários jovens ao sub-20, podemos observar melhor, dartempo aos nascidos em 2005 e aos de 2004 que não eram protagonistas. Isso foi importantepara os meninos, pois foram dois jogos bem legais”, afirmou.

O Ceará bateu o Ferroviário nas semifinais, por 2 a 1, e encarou o grande rival na decisão.Além da categoria sub-17, o time sub-16 também entrou em campo, mas acabou derrota naspenalidades, diante do Fortaleza. Trabalhando com duas equipes, Álvaro Martins destacou oamadurecimento em relação ao Brasileirão e o aproveitamento de atletas no clube, já quealguns dos destaques do time sub-17 já vêm sendo observados nas equipes sub-20, sub-23 eprofissional – casos do meia David e dos atacantes Kadu, Pablo e João Victor.

Anúncios

“Não acho que desempenhamos muito melhor em relação ao Brasileiro, mas fizemos um jogomais maduro, algo que fez falta durante o campeonato. O campo não era muito bom e oadversário abusou de bolas aéreas, então fomos maduros. Melhor que o desempenho é ofato de que tínhamos dois titulares nascidos em 2004 jogando contra o Flamengo noBrasileiro Sub-20, um no banco, e outro no banco do profissional. Isso aí é melhor quequalquer desempenho”, exaltou.

Depois de fechar sua participação no Brasileirão da categoria, o time sub-17 do Ceará seprepara para a sequência da temporada. Ainda sem data definida, o próximo compromissooficial será o Campeonato Cearense. Álvaro destacou a força das equipes do estado, mascolocou o Vozão na briga pelo título.

“No restante da temporada, temos o Estadual. A expectativa é boa, vimos equipes fortesnesse campeonato, como Ferroviário, Juazeiro, Floresta. Temos essa dificuldade acrescida decinco atletas nascidos em 2004 no sub-20, sub-23 e profissional. Mas vamos tentar sercampeões e buscar a vaga na Copa do Brasil”, concluiu.

Anúncios

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo