Camisa 10 do São Paulo segue sem dono | OneFootball

Camisa 10 do São Paulo segue sem dono

Logo: Arquibancada Tricolor

Arquibancada Tricolor

O lateral-direito Daniel Alves chegou ao São Paulo com moral e muita festa. Na recepção montada para ele, no Morumbi, com a presença de grandes figuras do Tricolor, o jogador recebeu a camisa 10 do time, algo incomum para um atleta de sua posição. Nos primeiros tempos de clube, inclusive, ele se aventurou no meio, mas, com a chegada de Crespo, retornou à lateral. Mas seguiu com a 10 do time.

Depois de sua conturbada saída, após toda a polêmica envolvendo a sua remuneração, a camisa 10 do São Paulo ficou sem dono. Benítez, o atual meia do Tricolor com Ceni, veste a 8. Os seus companheiros de posição, Igor Gomes e Sara, vestem a 26 e a 21 – respectivamente. Rigoni, xodó da torcida, é o número 77. Assim, a lendária 10 do time do Morumbi segue vaga, sem candidatos a vesti-la.

Com ela, grandes nomes fizeram história no Tricolor. Pita, Raí, Zizinho, Pedro Rocha, mais recentemente Hernanes, enfim, são muitos os grandes jogadores que vestiram e fizeram bonito com a 10 do São Paulo. Depois do uso de Daniel Alves, que não correspondeu às expectativas com a camisa, a vacância parece que só terá fim em 2022, com a entrada da nova temporada e a renovação da numeração. Até lá, uma das camisas mais vitoriosas do futebol nacional parece fadada à preterição.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo