Bruno Méndez espera River fechado contra o Corinthians: “É o jogo da vida dos caras”

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2021%2F04%2F21%2Fagenciacorinthians-foto-178721.jpg&q=25&w=1080

Antes de chegar ao Corinthians, Bruno Méndez defendeu o Wanderes, pequeno time uruguaio. O zagueiro, portanto, sabe bem o que vai significar para o River Plate de Assunção receber o Timão nessa quinta-feira, pela Copa Sul-Americana.

“É o jogo da vida do clube, primeira vez contra o Corinthians, um clube enorme na América e no mundo. O marketing deles vai fazer um trabalho grande em cima disso. É o jogo da vida dos caras”, comentou o beque, em entrevista coletiva nessa quarta-feira, antes de embarcar com a delegação alvinegra para o Paraguai.

“Todo time paraguaio é bastante duro, forte. Vai ser um jogo muito difícil para a gente. Eles vão fechar bem as linhas, acho que vai sair no contra-ataque. Não vai ser um jogo fácil na casa dos caras”.

A titularidade de Bruno Méndez no torneio continental representa um momento importante para o atleta. Depois de atuar improvisado nas laterais, de ter sido testado como volante em treinos e de oportunidades na zaga nos últimos jogos, o jogador de 21 anos ganhou a confiança de Vagner Mancini para receber uma sequência.

“O primeiro ano foi bastante difícil para mim, eu era muito novo ainda, tinha 19 anos. Estou mais maduro, trabalhei também a parte de força, estou mais confiante, com mais espaço no time. É seguir assim, trabalhando para continuar jogando”.

“Estou feliz de voltar à minha posição natural. Eu nunca joguei ali (de volante). Treinei aqui, mas com certa dificuldade. Obviamente, prefiro jogar de zagueiro, sim”.

A partida contra o River Plate vai acontecer no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, a partir das 21h30 (horário de Brasília). O desafio corintiano deve ser bem diferente daquilo que a equipe tem enfrentado no Campeonato Paulista, e isso não é problema para Bruno Méndez. Pelo contrário.

“Acho que o futebol paraguaio muito parecido com uruguaio, muito físico. Me sinto mais cômodo, gosto também desse tipo de jogo, mais travado, físico. Mas, agora, aqui, tenho de fazer outro jogo também, jogar melhor, buscar o resultado”.

O Corinthians deve entrar em campo com: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Cantillo/Xavier, Camacho/Gabriel e Luan; Gustavo Mosquito, Otero e Jô.