Braz aponta sequência de jogos como um dos fatores para saída de Dome, mas exime CBF: “Sem culpados”

Logo: Coluna do Fla

Coluna do Fla

Imagem do artigo: Braz aponta sequência de jogos como um dos fatores para saída de Dome, mas exime CBF: “Sem culpados”

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Domènec Torrent chegou ao Flamengo para substituir o multicampeão Jorge Jesus. Cercado de expectativas, o espanhol foi recebido com enorme pompa, mas teve seu trabalho questionado desde o começo. Falta de motivação, treinos incompletos e até problemas de comunicação com jogadores foram apontados como fatores para sua demissão. Para o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, a pandemia do Coronavírus e a sequência de muitos jogos atrapalharam o treinador em sua passagem.



À época em que o Domènec veio para o Flamengo, acho que não contribuiu. A gente achava na época de sua contratação que o problema da pandemia seria resolvido muito antes e não foi resolvido. Teve uma aglomeração de jogos assim… Loucos. Isso não teve culpado. A CBF teve que fazer os readequamentos (sic) em relação ao calendário e eu acho que isso atrapalhou também no trabalho do Domènec.

Marcos Braz falou sobre a chegada de Jorge Jesus em 2019. Ele lembrou que o português chegou numa intertemporada, quando o futebol brasileiro estava paralisado para a disputa do torneio continental de seleções, a Copa América e que mesmo com vinte dias de treinamento, ainda demorou para encontrar um caminho para as vitórias.

Gostaria de lembrar que quando o Jorge Jesus chegou, ele chegou numa intertemporada. O calendário estava parado pela Copa América. Do dia que chegou até sua estreia, foram quase vinte dias. Depois ele ainda levou um tempo para encontrar um caminho vitorioso como a gente encontrou e nessa época não tinham tantos jogos como agora. O Rogério (Ceni) está treze dias no Flamengo e já fez quatro ou cinco jogos. Uma loucura —, disse o dirigente em entrevista ao programa Arena SBT.

O Flamengo entra em campo nesta terça (24), às 21h30 (horário de Brasília), para encarar o Racing no estádio Presidente Perón, na Argentina. O Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) exibe a partida, mas você pode acompanhar a transmissão mais rubro-negra e pé quente com o Coluna do Fla. Rafa Penido comanda a narração, os comentários ficarão por conta de Tulio Rodrigues e, na reportagem, João Pedro Granette.