Brasil massacra o Uruguai com show de Raphinha, Paquetá e Neymar | OneFootball

Brasil massacra o Uruguai com show de Raphinha, Paquetá e Neymar

Logo: Jogada10

Jogada10

O Brasil, enfim, encheu os olhos do torcedor. Nesta quinta-feira (15), na Arena da Amazônia, em Manaus, venceu 0 Uruguai, por 4 a 1. Placar que não espelhou a superioridade dos Canarinhos.  Três detonaram: Neymar fez um gol, deu duas assistências e participou do outro; Paquetá fez grandes jogadas; e Raphinha só faltou fazer chover. O garoto jogou pela primeira vez como titular e marcou dois gols.  Gabigol fechou o placar e Suárez fez para o Uruguai. Veja aqui as atuações d0 Brasil contra o Uruguai

Com mais este triunfo, o Brasil chega a 31 pontos (dez vitórias e um empate), disparado na frente e podendo garantir matematicamente a  vaga para o Qatar na próxima rodada.  Somente uma combinação improvável tiraria a vaga. Teria de perder todos os jogos; Uruguai e Colômbia somarem 16 em 18 pontos; e o Equador somar 15 em 18 pontos. O Uruguai, com 16 pontos, é o quinto colocado (vaga na repescagem). Veja aqui a tabela de classificação das Eliminatórias

Raphinha é celebrado pelos companheiros após fazer o segundo gol do Brasil – Lucas Figueiredo/CBF

Primeiro tempo A Seleção encheu os olhos. Paquetá jogava aberto pela esquerda e Raphinha pela direita; Neymar se movimentava bem e Fred apareceu mais à frente fazendo ótimos lançamentos. Foi num passe perfeito de Fred que Neymar mostrou toda a sua técnica e o Brasil fez 1 a 0. A coisa estava boa. Quase todo o setor ofensivo funcionava, exceto por Gabriel Jesus, inseguro e perdendo  gol feito. Mas uma grande jogada iniciada por Paquetá terminou com Raphinha pegando rebote de chute de Neymar para fazer 2 a 0.

Este foi o placar da etapa inicial, mas poderia ter sido mais amplo. O Uruguai só assustou em chute de Bentancur. E a Seleção teve outras chances claras na reta final com Raphinha, Neymar e Jesus.

Segundo tempo O Brasil seguiu massacrando, mesmo com o Uruguai trocando três defensores, sendo dois laterais. Em cinco minutos, Raphinha e Jesus, duas vezes cada, fizeram Muslera – o melhor da Celeste –  praticar milagres. Mas aos 12, não deu. Justamente quando o Uruguai tentava equilibrar  (Cavani tinha feito um gol bem anulado), o Brasil encaixou contra-ataque e Ney deu para Raphinha entrar e fazer 3 a 0.

Gabigol  entrou na reta final e logo perdeu duas chances. O Uruguai diminuiu numa cobrança de falta de Suárez, mas o atacante do Flamengo seguiu buscando e, numa cabeçada em passe de Neymar, aos 37, mandou para a rede. O árbitro deu impedimento. Mas o VAR confirmou: 4 a 1.

BRASIL 4 X 1 URUGUAI Data: 14/10/2021  – 12ª rodada das Eliminatórias Local: Arena Amazônia, Manaus (AM). Público: 12.522 Renda: R$ 2.943.725,00 BRASIL: Ederson, Emerson, Thiago Silva, Lucas Veríssimo e Alex Sandro; Fabinho (Douglas Luiz, aos 25′ do 2ºT), Fred  (Edenílson, aos 42′ do 2ºT) e Paquetá (Antony, aos 15′ do 2ºT); Raphinha (Everton Ribeiro, aos 25′ do 2ºT), Neymar e Gabriel Jesus (Gabigol, aos 15′ do 2ºT)  TEC: Tite. URUGUAI:  Muslera; Nández (Cáceres, no Intervalo), Sebastián Coates, Godín e Viña (Piquerez, no Intervalo); Valverde, Vecino (Facundo Torres, aos 19′ do 2ºT), Rodrigo Bentancur (Gorriarán, aos 25′ do 2ºT) e De la Cruz (Torreira, no Intervalo); Suárez e Cavani. TEC: Óscar Tabarez. Gols: Neymar, aos 9′ do 1ºT (1-0); Raphinha, aos 17′ do 1ºT (2-0); Raphinha, aos 12′ do 2ºT (3-0); Suárez, aos 31′ do 2ºT (3-1); Gabigol, aos 37′ do 2ºT (4-1) Árbitro: Fernando Rapallini (ARG). Auxiliares: Ezequiel Brailovsky e Cristian Navarro (ARG). VAR: Mauro Vigliano (ARG). Cartões Amarelos: Fabinho (BRA), Valverde, Cavani (URU)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo