Brasil empata com o Canadá em último jogo antes da convocação para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fesportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2Fb50827f6-9ad3-4340-9a9c-4c6825df1a0e.jpg&q=25&w=1080

Na tarde desta segunda-feira (14), a seleção brasileira de futebol feminino enfrentou o Canadá, no estádio Cartagonova, em Cartagena, na Espanha e empatou em 0x0. O segundo amistoso foi o último antes da convocação da técnica Pia Sundhage para as Olimpíadas de Tóquio. Vale lembrar que das 25 convocadas para os dois jogos amistosos, a treinadora terá que selecionar 18 para os Jogos Olímpicos.

O Brasil está no grupo F do torneio feminino de futebol das Olimpíadas de Tóquio, e vai estrear no dia 21 de julho, contra a China, na cidade de Rifu. Dia 24, a seleção enfrentará a Holanda, atual vice-campeã mundial, no mesmo estádio, e encerrará a primeira fase contra Zambia, dia 27, em Saitama.

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/resize?fit=max&h=722&image=https%3A%2F%2Fcontrole.esportenewsmundo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F06%2Fde072d25-e055-44a7-8f2c-4c3f79c0853d.jpg&q=25&w=1080

PRIMEIRO TEMPO MOVIMENTADO

O jogo começou com a equipe canadense chegando com perigo logo no segundo minuto de partida. Depois de bola cruzada na área, Rose chutou fraquinho para a defesa segura da goleira Bárbara. Em seguida, o jogo foi ganhando em equilibrio e aos cinco minutos o Brasil chegou pela primeira vez. Marta cruzou na área e a zagueira desviou a bola que iria na cabeça da Bia. Dois minutos depois, Bia teve mais uma oportunidade. A atacante arrancou quase do meio campo, driblou duas defensoras e chutou forte no meio do gol. Aos 19 minutos, a seleção brasileira chegou mais uma vez em chute de Andressinha de longa distância e a bola passou perto do gol da Sheridan.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

Aos 22 minutos, a 6x melhor do mundo Marta, roubou a bola da lateral Lawrence, partiu para jogada individual e chutou em cima da zagueira. O Brasil continuava melhor na partida e seguia dando pressão em busca do primeiro gol e aos 30 minutos, Debinha recebeu pela direita, chutou firme e a bola desviou na defensora indo para escanteio. No entanto, o Brasil não conseguiu furar a defesa adversária na primeira etapa.

SEGUNDA ETAPA POUCO INSPIRADA DAS DUAS EQUIPES

O segundo tempo começou como iniciou o primeiro, com a seleção canadense jogando melhor e chegando com perigo em todo o princípio do jogo. A seleção brasileira começou a testar as jogadoras do banco de reservas visando a convocação para as Olimpíadas e deu resultado. O Brasil melhorou na partida e aos 16 minutos chegou pela primeira vez na etapa final com Tamires. A lateral chutou forte e cruzado em cima da goleira, quase inaugurando o placar.

Depois desse lance de perigo do Brasil, a partida esfriou e os times começaram a produzir menos no campo ofensivo. A seleção canadense voltou a chegar com perigo no final do jogo, quando aos 40 minutos em jogada de escanteio, a zagueira Zardorsky cabeceou na trave e a goleira Bárbara só olhou. Aos 44 minutos, o Brasil teve uma última oportunidade com perigo, após jogada trabalhada pela direita, a meio campista Duda chutou rente a trave e a partida acabou em empate.

Saiba mais sobre o veículo