Boletim da Ligue 1: Uma rodada de Gerson, Neymar e Tetê; Monaco vacila e Marseille toma vice-liderança ao apagar das luzes | OneFootball

Boletim da Ligue 1: Uma rodada de Gerson, Neymar e Tetê; Monaco vacila e Marseille toma vice-liderança ao apagar das luzes

Logo: Trivela

Trivela

*Conteúdo oficial da Ligue 1

Antes de falar qualquer coisa, assim terminou a Ligue 1 2021/22.

A sorte brilhou para o Olympique de Marseille e a vaga direta para a Champions League rolou graças ao tropeço do Monaco e o protagonismo de Gerson.

No dia de seu aniversário de 25 anos, ele marcou dois gols e comandou o time rumo à fase de grupos da competição europeia.

Contratado junto ao Flamengo por 20 milhões de euros, o meia brasileiro foi o principal nome do clube treinado pelo argentino Jorge Sampaoli.

Já o Monaco… é até difícil explicar!

Com a faca e queijo na mão, o time tomou um gol aos 96 minutos e perdeu a segunda colocação e a melhor campanha do segundo turno.

O Monaco foi o time que mais subiu de produção entre os turnos.

E nem dá para falar que foi falta de sorte do Monaco.

Os números mostram uma imensa superioridade do Lens.

Ben Yedder marcou uma vez, mas não conseguiu alcançar a artilharia pela segunda vez em sua carreira.

Kylian Mbappé, de contrato – e gás! – renovado garantiu o posto pela quarta vez. Na rodada, Mbappé marcou simplesmente três gols.

Legal destacar também que a rodada também contou com gols de Moussa Dembélé e Andy Delort (3).

Mbappé, tal qual na NBA, termina temporada com um “double-double”. Ele também foi líder de assistências.

E Messi meteu mais uma na trave…

Apesar disso, os números foram bons!

Já Neymar marcou um gol e termina como o brasileiro que mais gols marcou nessa edição da Ligue 1.

De quebra, Neymar tomou mais um cartão amarelo e termina a edição não somente como o brasileiro que mais cartões amarelos recebeu (10), mas o terceiro entre todos os jogadores que disputaram mais de um turno (19 jogos).

Já a vitória do (discreto) Lyon ficou marcada por duas assistências de brasileiros. Tetê, ex-Grêmio, e Henrique, lateral que desembarcou em Lyon vindo do Vasco.

Caio Henrique termina como o brasileiro que mais deu passes para gols.

Mas se considerássemos a performance de assistências por minutos em campo, Tetê assumiria a liderança.

E por falar em minutos em campo, eis os cinco brasileiros com mais minutos em campo pela Ligue 1.

E o Saint-Étienne – time mais vezes campeão da França – agora empatado com o PSG! – se livrou na bacia das almas.

Um golzinho aos 30’ do 2º tempo livrou o time do rebaixamento direto e empurrou o Metz ao precipício.

Bordeaux e Metz se foram.

Já o Montpellier, do zagueiro Thuler, ex-Flamengo, foi o que mais caiu de produção e só não caiu por ter feito uma ótima campanha no 1º turno.

A repescagem será disputada em dois jogos: Saint-Étienne x Auxerre jogam na quinta e domingo.

O confronto terá uma espécie de Palmeiras x Santos já que Gabriel Silva (ex-Palmeiras) atua pelo Saint-Étienne, enquanto Jubal (ex-Santos) é titular absoluto no Auxerre.

Obrigado a você que nos acompanhou durante toda essa temporada!

Que venha a temporada 2022/23!

Saiba mais sobre o veículo