Benítez toca na ferida e explica saída de James Rodríguez do Everton | OneFootball

Benítez toca na ferida e explica saída de James Rodríguez do Everton

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

O técnico Rafa Benítez optou por deixar James Rodríguez de lado no Everton e apontou a porta de saída para o meia-atacante colombiano. Fora dos planos do comandante, James, de 30 anos, precisou encontrar um novo destino. Entretanto, como o mercado europeu não foi “generoso”, a solução foi ir para o Al-Rayyan, do Qatar. Benítez toca na ferida e explica por que não contava com o jogador.

– James é uma questão muito fácil e complicada. Estamos na Premier League, isto é o Everton e quando temos um jogador que só pode estar disponível em 50% dos jogos… Não é algo que possamos administrar facilmente. Temos de maximizar os recursos de que dispomos e essa é a situação. Não é fácil encontrar boas ofertas quando queremos. Temos de gerir as ofertas quando elas estão lá e chegou a hora – declarou Benítez.

James Rodríguez teve algumas lesões no Everton | Foto: Catherine Ivill/Getty Images

James Rodríguez chegou ao Everton na última temporada e se reencontrou com Carlo Ancelotti, com quem já havia trabalhado no Real Madrid e no Bayern de Munique. O colombiano começou bem na Premier League. Entretanto, teve algumas lesões e perdeu o brilho.

Relacionadas

Com a chegada de Rafa Benítez – Ancelotti voltou para o Real Madrid -, James foi deixado de lado. O colombiano chegou a aparecer como alvo do Porto e do Milan, mas estas situações não avançaram. Com o fechamento do mercado europeu, o Al-Rayyan surgiu como solução.

O Qatar pode ser uma ponte para o PSG. Segundo o “As”, há uma cláusula no contrato de James Rodríguez que o libera, caso recebe uma oferta do Paris Saint-Germain. O jornal espanhol destacou que ele será acompanhado pelo time francês, cujos donos são do Qatar.

Mencionados neste artigo
Saiba mais sobre o veículo