Bater na bola com mais carinho? Gols de falta estão virando raridade no futebol brasileiro e média cai no Brasileirão | OneFootball

Bater na bola com mais carinho? Gols de falta estão virando raridade no futebol brasileiro e média cai no Brasileirão

Logo: Sambafoot

Sambafoot

Os goleiros dos 20 times que disputam o Campeonato Brasileiro podem ficar um pouco mais tranquilos quando seus zagueiros cometem uma falta na entrada da área. É só olhar os números: se no início da década chegávamos a ter mais de 40 gols de falta marcados por ano, em 2020 foram apenas 17. No Brasileirão de 2021, faltando ainda algumas rodadas, temos apenas 14 gols de falta.

O gol de falta na cobrança direta é adorado pelos torcedores, que costumam idolatrar os grandes cobradores. A jogada é tão famosa no meio que os jogadores de videogames – como FIFA e PES – costumam treinar arduamente para repetirem os golaços da vida real no mundo virtual.

Antigamente os gols de falta eram muito mais comuns, talvez pela maior dedicação dos atletas para se aperfeiçoar nesse quesito ou em decorrência dos treinamentos mais pesados dos técnicos atuais que, por priorizarem outros fundamentos técnicos, acabam desgastando os jogadores, fazendo com que eles não tenham tempo – e até mesmo disposição – para se dedicar à cobrança precisa de faltas. Zico, por exemplo, o maior ídolo da história do Flamengo, costumava ficar horas após o treino normal com os companheiros, chutando a bola em direção ao gol para aprimorar as suas cobranças de falta.

O fato é: hoje em dia os gols de falta estão ficando cada vez mais raros. A seleção brasileira, por exemplo, não faz um gol de falta em uma partida oficial há sete anos. O último foi o do zagueiro David Luiz na partida contra a Colômbia, válida pela Copa do Mundo de 2014. Em amistosos o tempo é inferior, porém não menos expressivo: Philippe Coutinho marcou contra a Coréia do Sul em 2019.

“O talento está escasso, e, hoje, o jogador de futebol está mais preocupado em passar gel no cabelo, colocar brinco, fazer um comercial e ir pro samba”, respondeu Marcelinho Carioca, outro grande cobrador de falta da história do país, em entrevista de 2017 para a Jovem Pan, ao dar a sua opinião sobre a diminuição dos gols de bola parada.

Confira na tabela abaixo como os gols de falta também vem diminuído no Campeonato Brasileiro nos últimos anos:

Na primeira metade da última década houve uma média de 36 gols de falta por edição do Brasileirão. Já na segunda metade a média caiu para apenas 22. E na atual edição do torneio, ainda em andamento, foram apenas 14 gols.

Grandes cobradores de falta do futebol brasileiro

Confira na lista abaixo quais foram os sete jogadores brasileiros que mais marcaram gols de falta registrados oficialmente na história do futebol mundial:

Marcos Assunção

Reprodução

O meia atuou entre 1995 e 2016, como passagens de destaque por Santos, Betis (ESP), Roma (ITA) e Palmeiras. Marcou incríveis 124 gols e é o jogador com o maior número de gols de falta na história do futebol.

  1. Juninho Pernambucano

Reprodução

Juninho jogou futebol entre 1993 e 2013 e era conhecido por suas batidas de trivela – lado oposto do pé – que enganavam os goleiros na hora de tentar defender suas cobranças. Se destacou pelo Sport, Vasco e Lyon (FRA). Ele fez 77 gols de falta durante a carreira.

  1.  Pelé

Reprodução

O maior jogador de futebol de todos os tempos, e o também o maior artilheiro, não poderia ficar de fora dessa lista. Pelé dominava todos os fundamentos do esporte e a cobrança de falta também era uma de suas especialidades: ele marcou 70 gols dessa maneira entre 1956 a 1977, quando defendeu as cores do Santos e do New York Cosmos (EUA).

  1. Ronaldinho Gaúcho

Reprodução

Ronaldinho também batia muito bem na bola, ele inclusive tinha o costume de chutar a pelota por baixo da barreira, o que não era muito comum. Ele fez 66 gols desse estilo na carreira, sua maioria por Grêmio, Barcelona (ESP), Milan (ITA) e Atlético-MG. Ele jogou entre 1998 e 2016.

  1. Rogério Ceni

Reprodução

O “goleiro-artilheiro”. Rogério Ceni é o jogador da posição de arqueiro que mais marcou gols na história do futebol: 131. Sendo que destes 63 foram em cobranças de falta, todos pelo São Paulo, clube que defendeu entre 1990 e 2015.

  1. Zico

Reprodução

O maior jogador da história do Flamengo era um perito na arte de fazer gols de falta, foram 62 na carreira que durou de 1971 a 1994. Ele jogou por Flamengo, Udinese (ITA) e Kashima Antlers (JAP).

  1. Marcelinho Carioca

Reprodução

Marcelinho batia tão bem na bola que ficou conhecido como “pé de anjo”. Ele jogou futebol entre 1988 e 2009 e é considerado um dos maiores ídolos da história do Corinthians. Com 59 gols de falta na carreira, ele também se destacou no Flamengo e no Vasco.

E no seu clube, há um grande cobrador de faltas? Ele fez gol recentemente? Esse estilo de gol pode ser uma arma letal contra os rivais, além, é claro, de ser muito bonito de se ver. Torcemos para que os gols de falta voltem a ser rotina no futebol brasileiro!.

Saiba mais sobre o veículo