Barcelona decide: Eric Garcia é o principal alvo na próxima janela de transferências

Logo: Stats Perform

Stats Perform

Imagem do artigo: Barcelona decide: Eric Garcia é o principal alvo na próxima janela de transferências

Mudança de planos no Barcelona. Com a grave lesão sofrida por Gerard Piqué, o clube catalão coloca o zagueiro Eric Garcia no lugar de Memphis Depay como prioridade para a próxima janela. O problema será convencer o Manchester City. 

A lesão de Piqué no ligamento do joelho durante o duelo contra o Atlético de Madrid deve deixar o zagueiro de fora dos gramados por um bom tempo, bem mais do que o Barça gostaria. Desta forma, o principal alvo do mercado deixa de ser um atacante para ser um defensor.

Se antes o desejo do Barcelona era a contratação de Depay, do Lyon, o novo alvo catalão será o zagueiro Eric Garcia, do Manchester City, segundo a RKB e confirmado pela Goal. Tentando não cometer novamente erros de contratação, o Barça agora deve avançar só para o realmente necessário e, como dito pelo próprio treinador Ronald Koeman, um defensor é realmente uma carência do time.

Antes da lesão de Piqué a necessidade era mesmo no ataque, onde o Barça consegue criar, mas não aproveita as chances e as converte em gol. Memphis Depay parecia ser uma boa oportunidade, enquanto o Lyon é mais receptivo a ofertas do que o City.

Agora, porém, a deficiência na zaga da equipe vai ficar ainda mais evidente com a baixa do principal zagueiro de seu elenco. Então, Eric Garcia, que já era interesse do Barça a algum tempo, passa na frente de Depay como principal alvo para a próxima janela.

O Barcelona está confiante de que o zagueiro, formado no clube, estaria interessado em voltar à equipe. Com o contrato para se encerrar em junho de 2021, Eric Garcia já poderia assinar um pré-contrato em 1º de janeiro, no entanto, se o Barcelona o quiser já no começo do ano, vai precisa fazer boas vendas, uma vez que o City não se mostra interessado em negociar o defensor. 

Depois de ver o zagueiro interessado em deixar o time, o City pediu € 20 milhões (R$ 125,1 milhões nos valores de hoje) para liberá-lo na janela entre as temporadas de 2019/20 e 2020/21. Agora, com a renovação de Guardiola, os ingleses estão convencidos de que conseguem manter Garcia na equipe. Então, o grande desafio do Barcelona deve ser convencer o City a vendê-lo já no começo de 2021, se não, só no meio do ano.

Além disso, o Barcelona, vivendo uma crise financeira, ainda tem que diminuir em € 190 milhões em sua folha salarial, condição da La Liga para que o time possa inscrever novos jogadores.