Avanço da variante ômicron atrapalha planos do São Paulo para pré-temporada | OneFootball

Avanço da variante ômicron atrapalha planos do São Paulo para pré-temporada

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Prestes a completar sua primeira semana de pré-temporada, o São Paulo vê o avanço da variante ômicron atrapalhar a preparação do elenco para a estreia no Campeonato Paulista, marcada para o dia 27 de janeiro, contra o Guarani, fora de casa, às 21h30 (de Brasília).

O técnico Rogério Ceni iniciou a semana sem 11 jogadores contaminados pela covid-19: Tiago Volpi, Miranda, Gabriel Neves, Pablo, Reinaldo, Calleri, Rodrigo Nestor, Patrick, Thiago Couto, Rafael Silva e Danilo Gomes.

Nesta sexta-feira, Tiago Volpi e Jonathan Calleri se reapresentaram após cumprirem isolamento social, entretanto, a tendência é que o restante dos atletas contaminados retorne apenas na próxima semana, iniciando os trabalhos em uma frequência abaixo dos demais.

Além da contaminação de diversos atletas importantes, o São Paulo também tem de lidar com a impossibilidade de marcar jogos-treinos no CT da Barra Funda, algo que é de praxe durante as preparações dos clubes no início dos anos.

Promover jogos-treinos no CT requer uma logística complexa devido à variante ômicron. Os atletas do clube adversário teriam de ser testados de preferência um dia antes, já que o resultado dos exames de covid-19 mais confiáveis não é instantâneo. Após os exames, o time rival poderia ter de lidar com alguns jogadores contaminados, desequilibrando a disputa.

Com duas semanas restantes até a estreia no Paulistão, o São Paulo, por enquanto, vai focando nos treinamentos coletivos, ainda sem pensar em adquirir ritmo de jogo. Caso não haja jogos-treinos devido ao rígido protocolo do clube contra a covid-19, Rogério Ceni e seus comandados terão de se preparar através de treinos coletivos ou enfrentando um dos times da base tricolor.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo