Atlético celebra o bicampeonato do Brasileirão com vitória de virada sobre o Bragantino | OneFootball

Atlético celebra o bicampeonato do Brasileirão com vitória de virada sobre o Bragantino

Logo: Jogada10

Jogada10

O dia foi de festa e de entrega da taça para o bicampeão brasileiro: Atlético. As comemorações ficaram ainda mais emocionantes com a vitória de virada do Galo sobre o Red Bull Bragantino por 4 a 3, neste domingo (05/12), no Mineirão (MG), pela 37ª. rodada do Brasileirão. A partida contou com 61 mil torcedores em Belo Horizonte (MG), além da presença de ídolos do clube, como “Rei” Reinaldo, que esteve no gramado antes de a bola rolar e no final, para delírio dos atleticanos. Além de Dadá Maravilha, autor do gol do título do Campeonato Brasileiro, em 1971. A equipe de Bragança Paulista (SP) segue no G-6, na sexta colocação.

Zaracho comemora o seu gol, o segundo do Galo contra o Bragantino – Pedro Souza/CAM

O jogo

O Atlético em ritmo de festa parecia precisar mais do resultado do que o Bragantino. O Galo no primeiro tempo pressionou o Massa Bruta em Belo Horizonte (MG).  Os alvinegros abriram o placar aos 19 minutos, após Keno roubar uma bola, avançar e chutar colocado de fora da área. 1 a 0. Precisando da vitória de olho na Libertadores, o Red Bull partiu em busca do empate. Que veio, aos 38. Cuello tocou para Artur, que entrou na área, driblou Tchê Tchê e bateu para o gol. Everson fez a defesa com o pé, mas permitiu o rebote. Na sobra, Ytalo mandou para as redes.

Chuva de gols e virada do Galo

O jogo ganhou em movimentação na volta do intervalo. Logo no segundo minuto, o Braga virou o jogo com Arthur fazendo um lindo gol, pegando uma sobra após cobrança de escanteio. Aos oito, Zaracho, que não vinha fazendo um bom jogo, igualou novamente. 2 a 2. Aos 18, o quarto árbitro Oberto da Silva Santos, que estava como assistente no VAR, entrou no lugar de Sidmar dos Santos Meurer, que sentiu lesão na perna, paralisando o jogo por sete minutos. O empate incendiou os torcedores, que empurraram o time para a virada com Savarino, em rápido contra-ataque, aos 32. Antes do final do jogo, Hulk que entrou na reta final, marcou um golaço de cavadinha, aos 42. 4 a 2. No último minuto, Bruno Tubarão bateu para o gol, e Everson fez a defesa. No rebote, Artur mandou para a rede, diminuindo para 4 a 3.

ATLÉTICO 4 x 3 BRAGANTINO Campeonato Brasileiro – 37ª rodada Data: 27/11/2021 – Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG) Público: 61.573 Renda: R$ 8.818.854,25. ATLÉTICO: Everson, Mariano, Nathan Silva (Réver, aos 49’/2t), Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Allan, intervalo), Tchê Tchê (Franco, aos 11’/2t), Nathan (Savarino, intervalo) e Zaracho; Diego Costa (Hulk, aos 11’/2t) e Keno. Técnico: Cuca. BRAGANTINO: Cleiton, Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Luan Cândido; Emi Martínez (Praxedes, aos 38’/2t), Jadsom Silva e Helinho; Artur, Cuello (Tubarão, aos 37’/2t) e Ytalo (Alerrandro, aos 45’/2t). Técnico: Maurício Barbieri. Gols: Keno (1-0, aos 13’/1t), Ytalo (1-1, aos 38’/1t), Arthur (1-2, a 1’/2t),  Zaracho (2-2, aos 8’/2t), Savarino (3-2, aos 32’/2t), Hulk (4-2 aos 42’/2t), Arthur (3-4, aos 54’/2t).

Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR). Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e  Sidimar dos Santos Meurer (PR). VAR: Wagner Reway (FIFA/PB). Cartões Amarelos: Hulk (ATL) e Arthur e Helinho (BRA).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Saiba mais sobre o veículo