Athletico retoma disputa na Libertadores

Logo: Trétis

Trétis

Imagem do artigo: Athletico retoma disputa na Libertadores

O Athletico enfrenta o Jorge Wilstermann, às 19h15, horário de Brasília, no Estádio Felix Capriles, em Cochabamba, na Bolívia, pela terceira rodada da Libertadores, após mais de seis meses de paralisação. A competição foi interrompida após duas rodadas da fase de grupos por conta da pandemia do coronavírus. O Furacão entrou em campo apenas duas vezes, ambas em março: venceu o Peñarol por 1 a 0, na Arena da Baixada, e perdeu para o Colo-Colo, no Chile, também por 1 a 0.

Daquele time para o atual Furacão que vai enfrentar o Jorge Wilstermann são sete mudanças entre os titulares, além da troca de treinador. Durante a paralisação da Libertadores, o Athletico trouxe nomes como o zagueiro Aguilar e Pedro Henrique, os volantes Richard e Jaime Alvarados, além dos atacantes Walter e Geuvânio. Os últimos reforços a chegar no elenco foram os meias Ravanelli e Jorginho, e o atacante Fabinho.

O técnico Eduardo Barros convocou 24 jogadores do Athletico e não poderá contar com três titulares na partida. Ele não terá a presença do volante Léo Cittadini e do meia-atacante Nikão, vetados com entorse de tornozelo, além do zagueiro Thiago Heleno, que não joga na altitude. Jandrei, que seria goleiro reserva, foi expulso contra o Colo-Colo, na última partida do Athletico pela Libertadores e cumpre suspensão.

Um provável Athletico tem: Santos; Jonathan, Felipe Aguilar, Pedro Henrique e Márcio Azevedo; Wellington; Erick, Christian, Geuvânio e Fabinho; Guilherme Bissoli.

As partidas entre Athletico e Jorge Wilstermann, tanto na Bolívia como em Curitiba (dia 29), serão transmitidas em um PPV, em parceria entre Conmebol e Rede Bandeirantes. Quem comanda a partida é o árbitro chileno Angelo Hermosilla, auxiliado por Alejandro Molina e Claudio Urrutia, ambos também do Chile.

O Furacão está no Grupo C, ao lado do Jorge Wilstermann (Bolívia), Peñarol (Uruguai) e Colo-Colo (Chile).