Arturo Vidal e a polêmica do beijo no escudo da rival Juventus

Logo: MaisQueUmJogo - MQJ

MaisQueUmJogo - MQJ

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fmaisqueumjogo.com.br%2Fwp-content%2Fuploads%2F2021%2F01%2Ffc-internazionale-v-juventus-serie-a-scaled-e1610972214305.jpg&q=25&w=1080

Arturo Vidal até marcou na vitória da Inter sobre a Juventus, por 2 a 0, neste domingo. Mas não foi sua atuação o que mais chamou atenção na partida. Antes do jogo começar, o chileno cumprimentou calorosamente Giorgio Chiellini, zagueiro veterano que, no entanto, defende a Juventus. Ele encostou a cara ao peito do adversário.

Mas os torcedores da Inter desconfiaram. Para alguns, ele beijou o escudo da Juventus, algo inadmissível. Convém lembrar que Arturo Vidal jogou durante quatro temporadas (2011/15), na Velha Senhora, antes de rumar para o Bayern Munique.

Mas Vidal veio a público se justificar.

“Jamais iria beijar o escudo de outro clube. Foi um sinal de afeto para com um irmão, alguém com quem partilhei vários anos de carreira. Gostamos muito um do outro. Respeito meu clube, a torcida que me confiou defender a Inter”, escreveu em seu perfil no Twitter.