Artilheiro do Alavés, Joselu diz estar pronto para reencontrar Real Madrid

Logo: Trivela

Trivela

Imagem do artigo: Artilheiro do Alavés, Joselu diz estar pronto para reencontrar Real Madrid

Por Mirela Silva

José Luis Mato Sanmartín, atacante do Deportivo Alavés, concedeu entrevista coletiva para falar sobre suas expectativas para o duelo deste final de semana diante do Real Madrid, seu ex-clube. A partida está marcada para a tarde deste sábado (28), às 17h (horário de Brasília), no Estádio Alfredo Di Stéfano, e é válida pela 11ª rodada do Campeonato Espanhol.

“Não vou dizer que não estou dormindo bem, já que ainda temos quase que uma temporada toda pela frente, com muitos jogos por vir. Mas Real Madrid é sempre Real Madrid, é o melhor time do mundo, e você nunca pode duvidar deles”, disse o camisa 9 da equipe basca, que sabe muito bem como as coisas funcionam pelos lados do clube da capital espanhola, já que defendeu as cores do Real entre 2009 e 2012, em meio a idas e vindas entre o time B, o Real Madrid Castilla, e o principal.

Apesar de ter dados os primeiros passos no futebol em solo espanhol, Joselu nasceu em Stuttgart, na Alemanha. Passou os três primeiros anos de sua vida por lá — para onde seus pais, espanhóis, se mudaram a trabalho —, antes de sua família decidir retornar à Espanha, mudando-se para a região da Galícia. Onde depois de passar pela equipe local do Silleda, o jogador se inscreveu na prestigiada cantera (base) do Celta de Vigo, passando depois para a equipe profissional. Estreando oficialmente na segunda divisão espanhola no dia 9 de maio de 2009, na derrota dos célticos por 1 a 0 para o Las Palmas — embora já tivesse feito sua estreia “não oficial” alguns anos antes em uma partida amistosa.

Nesse mesmo verão europeu, surgiu a oportunidade de assinar com ninguém menos que o Real Madrid. E obviamente que Joselu não pensou duas vezes. O clube da capital estava entusiasmado com esta projeção promissora e o contratou por € 1,5 milhões, batendo vários outros grandes clubes que também brigavam pelo seu passe. E, claro, ele foi imediatamente emprestado para o próprio Celta de Vigo, na temporada 2009/10, para que pudesse ganhar mais experiência.

Caminho até o Alavés

Com apenas 20 anos, e já tendo disputado 30 partidas pelos célticos nessa nova passagem, Joselu jogou no time B do Real Madrid, o Castilla. Por lá, o artilheiro marcou 14 gols em 36 jogos, e até fez sua estreia pela equipe principal do Real, comandada por José Mourinho, na vitória por 8 a 1 sobre o Almería, em 21 de maio de 2011 — no último dia da La Liga 2010/11. Na ocasião, Joselu substituiu Karim Benzema a seis minutos do fim e marcou o oitavo gol da equipe naquela partida.

Ele também jogou e marcou na vitória por 5 a 1 sobre o Ponferradina (um dos maiores clubes daquela região tão perto da Galícia), na Copa do Rei, no dia 20 de dezembro de 2011. Mas, esses foram os únicos dois jogos dele pelo time principal do Real, com Joselu deixando a capital espanhola no verão europeu de 2012, logo após conseguir que o Castilla fosse promovido à segunda divisão espanhola (marcando sete gols em quatro jogos do playoff). Sergio Ramos, Marcelo, Benzema e Varane fazem parte do Real Madrid desde então.

“É sempre um duelo especial, já tive a honra de jogar e marcar pelo melhor clube do mundo, e deixei muitos amigos lá”. Dentre eles, seus ex-companheiros de Castilla, Lucas Vázquez e Nacho Fernández, mas principalmente Dani Carvajal. Afinal, aí já se trata de um assunto de família. Isso porque a esposa de Joselu, Melanie Cañizares, é irmã gêmea da mulher de Carvajal, Daphne Cañizares. No entanto, o lateral do Real não estará em campo no duelo de sábado, por uma lesão no ligamento lateral do joelho direito, sofrida durante um treinamento da equipe no início de outubro.

Neste ponto de sua carreira, ele decidiu retornar à Alemanha e jogou pelo Hoffenheim em 2012/13, Eintracht Frankfurt em 2013/14 e Hannover 96 em 2014/15. Mais tarde, em entrevista à Sphera Sports, Joselu disse: “Acho que devo tudo a esses três anos na Alemanha. Tanto ao nível profissional como pessoal, acredito que me ajudou muito a amadurecer”.

Em seguida, mudou-se para a Inglaterra, onde passou a temporada de 2015/16 no Stoke City, antes de passar a de 2016/2017 na Espanha, vestindo as cores do Deportivo de La Coruña. Na sequência, ficou duas temporadas (2017/18 e 2018/19) no Newcastle United, naqueles que foram seus primeiros dois anos consecutivos em um mesmo clube desde sua passagem pelo Castilla. Até que em 2019, Joselu regressou novamente à Espanha e desta vez assinou com o Deportivo Alavés.

Confronto diante do ex

Fundamental no esquema 4-4-2, em que formou uma dupla ofensiva com o galego Lucas Pérez, Joselu marcou 11 gols e deu 3 assistências em 36 jogos na La Liga. O clube basco conseguiu evitar o rebaixamento em 2019/2020 e alcançou a meta de passar seu centenário, 23 de janeiro de 2021, na categoria mais alta da Espanha. Joselu falou da importância disso em várias entrevistas.

Sob o comando do novo treinador Pablo Machín, o Alavés teve um início difícil em 2020/2021, com apenas um ponto nos primeiros quatro jogos. Mas, recuperou o ritmo e vem de apenas uma derrota nos últimos seis embates – desde o início de outubro a equipe não sabe o que é perder.

O saldo final do Alavés na tabela de classificação do Campeonato Espanhol é de dez pontos em seus primeiros dez jogos da temporada, lhe rendendo a 15ª colocação, e com Joselu fazendo um gol até o momento. O atual campeão Real Madrid, por sua vez, mesmo não vencendo há duas rodadas, está em quarto com 17 pontos.