Arthur Elias explica opção por lateral-esquerda Yasmim na zaga do Corinthians | OneFootball

Arthur Elias explica opção por lateral-esquerda Yasmim na zaga do Corinthians

Logo: Meu Timão

Meu Timão

O time feminino do Corinthians retomou as atividades na última sexta-feira, quando começou a se preparar para a decisão do Paulistão, em dezembro. Mas uma opção inusitada de Arthur Elias na final da Libertadores, há quase uma semana, foi assunto para explicação do técnico.

Em entrevista coletiva concedida, o treinador corinthiano destacou o motivo da lateral-esquerda Yasmim ser utilizada como zagueira na final da Libertadores Feminina 2021. Na ocasião, a atleta formou a dupla de zaga ao lado de Giovanna Campiolo, e Arthur deixou Pardal, zagueira de ofício, no banco.

"É uma decisão que a gente tem que tomar dentro do que a gente está vendo e a Yasmim é uma excelente jogadora, como eu disse tem muitas qualidades para contribuir para a equipe, em qualquer posição, assim como outras na minha equipe que jogam em mais de uma posição, função. Fiquei contente com como ela se doou para a equipe e conseguiu nos ajudar bastante", contou Arthur.

"Foi o que a gente viu nos treinamentos, inclusive em alguns jogos na Libertadores, a gente utilizou ela ali. Dá muita qualidade na saída de bola, muita velocidade nas coberturas, é uma jogadora que entende muito bem a formação que a gente tem na linha de 4, então foi uma alternativa para a gente ser ainda mais agressivo do que normalmente a gente já é. Sabíamos que íamos enfrentar um adversário com jogadoras rápidas na frente, que iria nos incomodar bastante, então a qualidade na saída de bola, a velocidade dela e especialmente o que ela mostrou ao longo da competição foi essa opção que mais nos agradou", completou o técnico.

Vale lembrar que o Timão chegou ao tricampeonato da Libertadores Feminina. A equipe alvinegra conquistou o título em 2017, 2019 e, agora, em 2021. Apesar de não ter sido a melhor atuação das brabas, Arthur Elias valorizou a eficiência da equipe para conduzir a partida.

"Em relação a desempenho na final, eu acho que a gente não fez um grande jogo. A gente, normalmente, tem feito finais com uma maneira de jogar com mais imposição, com mais sequência nas jogadas, então a gente realmente sofreu com a equipe colombiana, que é uma excelente equipe com grandes atletas, e a gente não estava no nosso melhor dia como conjunto mesmo. Mesmo assim, a equipe foi eficiente, conseguiu vencer, controlar o jogo depois, principalmente no segundo tempo, onde o Santa Fé não teve chances de gol claras como teve no primeiro tempo. Fiquei muito satisfeito com o desempenho geral, nesse sentido, como a gente conseguiu conduzir o jogo", finalizou.

O Corinthians segue a preparação para finalizar a temporada. A equipe disputa a final do Campeonato Paulista Feminino nos próximos dias 4 e 8 de dezembro, às 16h e 21h, respectivamente, contra o São Paulo. Os duelos acontecem no Morumbi e na Arena Barueri.

Notícias relacionadas

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo