Após pressão, presidente do Cruzeiro garante pagamento de salários atrasados na próxima semana

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Imagem do artigo: https://image-service.onefootball.com/crop/face?h=810&image=https%3A%2F%2Fwww.gazetaesportiva.com%2Fwp-content%2Fuploads%2Fimagem%2F2021%2F01%2F15%2F50826182211_9dffe5bdf2_o-scaled.jpg&q=25&w=1080

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, se pronunciou e garantiu nesta quinta-feira que realizará na próxima semana o pagamento de pelo menos uma folha salarial dos funcionários administrativos do clube.

A semana foi caótica na Toca da Raposa. Com a situação financeira delicada e salários atrasados, os jogadores se recusarem a se concentrar para o jogo contra o Oeste, disputado na quarta-feira e que o Cruzeiro perdeu por 1 a 0.

“Fiquei por uma hora e meia hoje (quinta-feira) à tarde na Toca II, conversando com nossos atletas e esclarecendo toda a situação do clube. Dei um alento de que na segunda-feira (dia 18 de janeiro), depois de muito esforço, levantar um recurso para pagar uma folha do administrativo, que nos incomoda tanto quanto incomoda todo mundo”, disse o presidente.

“A gente vê saindo notícias de que atletas estão ajudando funcionários. Infelizmente, é uma realidade. A gente também ajuda, aqui na sede eu já fiz isso, outros já fizeram. É uma coisa muito ruim. Estamos em falta? Sem dúvida nenhuma. Vejo que se remete muito ao vídeo que fiz antes da minha posse (em maio de 2020), quando me apresentei ao grupo, na Toca II, em que falava que a responsabilidade dos salários era minha. E continua sendo minha, sem dúvida nenhuma. A caneta, no fim das contas, é minha”, completou.

O caso se refere exclusivamente aos funcionários da parte administrativa. Em relação aos jogadores, o atraso salarial é ainda maior – metade de outubro, novembro e dezembro, além do 13º.