Após classificação, Ancelotti afirma: “Isco e Hazard ganharam a partida” | OneFootball

Após classificação, Ancelotti afirma: “Isco e Hazard ganharam a partida”

Logo: Meumadrid

Meumadrid

Treinador do Real Madrid, Ancelotti concedeu entrevista minutos depois do duelo

Depois da suada classificação contra o Elche, Carlo Ancelotti atendeu aos meios comunicativos presentes no Estádio Manuel Martínez Valero nesta quinta-feira (20). Dessa forma, o treinador falou sobre a virada com gols de Isco e Hazard.

Confira as declarações

Gols de Isco e Hazard: “Isco e Hazard ganharam a partida. Tem significado. Talvez eles devessem jogar mais. O passado é passado. Posso contar com eles. É o jogo que me deixou mais feliz. Tenho um elenco extraordinário. O profissionalismo deles está lá. A relação é com as pessoas que jogam futebol”.

Classificação: “Tem muito mérito. Estou muito feliz. Acho que é o jogo que mais me deu felicidade nesta temporada porque a equipe mostrou muito caráter, muita força. É o melhor desses jogos. Você pode falar das dificuldades, mas tem que destacar o caráter dessa equipe”.

Nervosismo na partida: “Eu disse a eles que poderia ser muito longo, que tinha que estar pronto para tudo. Tinham assim que estar prontos para tudo”.

Jogadas polêmicas: “O Marcelo me disse que não tocou no rival. Foi uma decisão muito difícil, como a do final. Acho que foi uma falta clara, mas são decisões complicadas. Tenho que acreditar em meu capitão, mas não vi o replay”.

Partida de Marcelo: “Tem entregado em todos os sentidos. No ataque gerou perigo com Vinicius. Na defesa foi bem. Posso contar com ele”.

Baixas: “O que posso dizer? O calendário é um absurdo. Tem que mudar, eles precisam acordar para o que fazem”.

Substituições e remontada

Alterações durante o jogo: “Muito feliz por Isco e por Hazard. Eles não tiveram muitos minutos. Hoje precisávamos deles, sabíamos que poderia ser um jogo longo. Nestes jogos você tem que estar preparado para prorrogação e pênaltis. Eu disse ao time que tínhamos que estar preparados para qualquer tipo de jogo”.

Desgaste físico: “Ninguém tem vantagem. Temos lutado muito. Assim, fizeram um jogo fantástico”.

Virada: “Eu vi isso como complicado, sabia-se que era um jogo difícil, eu disse aos jogadores. Que seria longo, mata-mata, tínhamos que ser espertos. Tínhamos que estar preparados. As mudanças poderiam dar mais um impulso, e deram. Não fizemos um jogo espetacular. Começamos um pouco mal, na prorrogação sofremos o gol e assim ficou complicado, não merecíamos sofrer. Dessa forma, pedi aos jogadores que se acalmassem”.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo