Após a primeira vitória, Lisca comenta “Controle total da partida” | OneFootball

Após a primeira vitória, Lisca comenta “Controle total da partida”

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Nesta segunda-feira (08), o Santos ganhou fora de casa contra o Coritiba, por 1 a 2, partida essa válida 21º rodada do campeonato Brasileiro.

Para saber mais sobre o Santos, siga o Esporte News Mundo no FacebookInstagram e Twitter

Na coletiva, o técnico do Santos, Lisca, comentou sobre a partida que o peixe fez, e ressaltou a sua aprovação pelo desempenho da equipe no primeiro tempo.

“Acho que nosso primeiro tempo foi muito bom. Controle total da partida. Jogadas pelo lado direito e esquerdo. Muito mais posse de bola, clarividência do jogo nosso, mas ainda não fomos muito agressivos. O Muralha pouco trabalhou pela superioridade que tivemos. No segundo tempo mexeram bem, o time ficou mais agressivo” Dissertou, Lisca.

Além disso, o técnico comentou sobre a provável saída de Léo Baptistão e a chegada do meio-campista, Luan.

“Eu procurei o Léo. Ele disse que veio uma proposta maior, que estava balançado. Mas a mesma conversa: “Se a coisa não acontecer, estou tranquilo”. Foi profissional. Mesmo saindo do time. Estou muito feliz. E o Santos também precisa de dinheiro”. Comentou, Lisca

“Prazer enorme receber o Luan no Santos, e quando o Pitombeira me ligou perguntando se eu gostaria de ter esse jogador, eu disse que gostaria muito. Eu falei para ele vir jogar comigo. Que vou dar confiança de novo. Ele entrelinhas é um dos melhores do país”. Falou, o treinador.

Por fim, o técnico falou sobre outros jogadores do peixe, ressaltando suas qualidades, além de brincar na coletiva e falar “Eu fui o burro com sorte hoje.”

“Eu fui o burro com sorte hoje. Lá eu tinha botado o Rodrigo e o Ângelo e os dois botaram a jogada, hoje o Ângelo e o Angulo. O moleque foi valente, ficou em pé, matou a jogada. Virar essa chave de fora de casa. Temos muito mais jogos fora de casa. O time do Fortaleza é muito bom, tenho certeza que eles não vão cair. O Fluminense não precisa nem falar. Coritiba fora, agora América (MG) fora. Tenho uma história linda lá. Mudamos o clube de patamar. O América saiu de uma Série B, foi semifinalista de Copa do Brasil, fez uma grande Série A e entrou na Libertadores. As pessoas não se deram conta, mas o futebol está muito mudado. América, Red Bull, Fortaleza jogou a Libertadores. E o Santos está recuperando. Parabenizar a diretoria do Santos, capitaneada pelo presidente Rueda”, finalizou, o treinador.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo