Ángel Correa marca duas vezes e ajuda Atlético de Madrid a encerrar sequência de derrotas | OneFootball

Ángel Correa marca duas vezes e ajuda Atlético de Madrid a encerrar sequência de derrotas

Logo: Trivela

Trivela

O Atlético de Madrid entrou em campo tentando não perder cinco vezes seguidas pelo Campeonato Espanhol pela primeira vez desde 1942 e conseguiu fazê-lo graças a dois gols de Ángel Correa que garantiram a vitória por 2 a 0 sobre o Rayo Vallecano no Wanda Metropolitano.

Atual campeão espanhol, o Atlético de Madrid começou a temporada como principal candidato ao título, principalmente diante das dificuldades de Barcelona e, em menor medida, Real Madrid. Após um começo forte, sua defesa ficou estranhamente frágil, o que gerou um excesso de empates.

O mês de dezembro foi simplesmente horrível, com derrotas em sequência para Mallorca, Real Madrid, Sevilla e Granada. Era essencial conseguir vencer o Rayo Vallecano, que estava inclusive à sua frente na tabela de classificação, em quarto lugar. Com o resultado, o Atleti passou à frente, agora com 32 pontos, contra 30 do time de Falcao García.

Diego Simeone havia testado positivo para Covid-19, mas conseguiu apresentar um resultado negativo a tempo de comandar o Atlético de Madrid. Antoine Griezmann, Koke, João Félix e Héctor Herrera foram desfalques por coronavírus ou lesão.

A pressão de Luis Suárez gerou a primeira chance clara da partida. Ele roubou a bola de Esteban Saveljich, apareceu livre na entrada da área e tentou encobrir o goleiro Luca Zidane com uma cavadinha. Não pegou bem na bola e acabou mandando para fora.

Mas pouco depois, o Atlético de Madrid abriu o placar. Rodrigo de Paul fez boa jogada pela direita, encontrou Carrasco, que se esforçou na linha de fundo e tocou para trás. A defesa do Rayo Vallecano brigou pela bola, mas a sobra ficou para Correa bater rasteiro e abrir o placar.

No começo do segundo tempo, o Atlético de Madrid atacou em transição com Lemar, pela intermediária. O passe do francês encontrou Renan Lodi pela esquerda. O cruzamento à boca do gol encontrou Correa com um chute de chapa à queima-roupa para matar o jogo, bem administrado pelos colchoneros nos 40 minutos finais.

A atuação defensiva contra um dos sete melhores ataques de La Liga, aliás, foi excepcional. O Rayo Vallecano não conseguiu finalizar no primeiro tempo e nenhum dos cinco chutes depois do intervalo precisou ser defendido por Jan Oblak.

.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

Saiba mais sobre o veículo