Ancelotti: “Reagimos muito bem e nunca baixámos os braços” | OneFootball

Ancelotti: “Reagimos muito bem e nunca baixámos os braços”

Logo: Real Madrid Official

Real Madrid Official

Carlo Ancelotti compareceu na sala de Impensa do estádio Santiago Bernabéu e fez a análise do jogo entre o Real Madrid e o Elche, correspondente à 22ª jornada da Liga. O técnico afirmou: “O jogo estava perdido e a primeira parte não nos correu bem. Falhámos um penálti e muitas outras oportunidades. Se fossemos mais eficazes, poderíamos ter marcado. Sofremos um golo e logo a seguir outro. Reagimos muito bem e nunca baixámos os braços. Não ter perdido este jogo é um sinal muito bom dado pelo plantel. Precisamos de evitar complicações, sendo mais sólidos e evitando sofrer dois golos em momentos nos quais podíamos ter sido mais agressivos nos duelos".

"Não conseguimos distribuir jogo e eles romperam-nos as linhas e marcaram um golo na sequência de um cruzamento. No segundo golo, deveriamos ter estado mais compactos e foram os pequenos detalhes que nos custaram dois pontos. Vamos analisar esta partida, as jogadas que fizemos, as oportunidades que tivemos..."

A classificação "Não podemos estar satisfeitos e há muitas coisas que vamos ter de levar em consideração. Se fossemos mais eficazes, podíamos ter ganho. Agora temos uma pequena paragem e estamos bem posicionados. Estamos onde queríamos quando iniciámos a temporada. Agora entramos na fase mais importante, durante a qual se conquistam os títulos".

O golo de Militão “As características dos avançados que temos não são da área do penálti. Isso mesmo ficou provado no segundo golo que marcámos e da autoria do melhor jogador que temos a jogar de cabeça, como é o caso do Militão”.

Lesão de Benzema “A situação do Karim será reavaliada amanhã. É o mesmo problema que teve em San Sebastián. Oxalá possa recuperar depressa”. “O Sevilha está a pensar o mesmo, visto ter perdido uma oportunidade. Quando não se somam os três pontos, perde-se uma oportunidade. Foi um fim-de-semana de loucos por causa do nosso empate e do Sevilha. O Atlético ganhou um jogo que parecia perdido. É realmente uma Liga competitiva, o Elche joga um futebol muito bom e organizado, com bola e sem bola. Para ganhar, temos de ser sempre competitivos".

Militão “O Ramos marcou muitos golos, mas não me recordo de todos. Só há um de que me lembro muito bem. O Ramos tinha uma grande eficácia e eu dizia-lhe na brincadeira que se iria tornar ponta de lança. O Militão está a aprender. Está a melhorar e pode vir a ter o mesmo excelente jogo de cabeça que tinha o Ramos.

Tempo extra “O tempo suplementar é uma avaliação particular da arbitragem. Não tenho nada a acrescentar a esse propósito. Hoje foi daqueles jogos em que gostaríamos que tivesse durado mais alguns minutos. Criar uma regra para o tempo efectivo pode ser uma coisa bonita para o futebol em geral".

Mencionados neste artigo