Análise: Flamengo desperdiça muitas chances, mas vence o Santos merecidamente na Vila | OneFootball

Análise: Flamengo desperdiça muitas chances, mas vence o Santos merecidamente na Vila

Logo: Esporte News Mundo

Esporte News Mundo

Foi jogado, na noite do último sábado (2), um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. Claro que a torcida que foi à Vila Belmiro esperava muito mais de Santos e Flamengo, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os cariocas levaram a melhor pelo placar de 2 a 1.

O jogo começou com toques de bola e o Flamengo mostrou que ia jogar muito pelo lado direito, procurando Marinho, que estava na sua posição preferida. Logo de início, aos 18 minutos, o camisa 31 fez ótima jogada pela direita, serviu Everton Ribeiro, que com classe, lançou Pedro no comando de ataque e ele fez 1 a 0 para o Flamengo.

Apesar de não estar conseguindo engrenar muitas jogadas quando a bola se oferecia para Vitinho, o Flamengo ainda era melhor e dominava a partida inteiramente. Aos 24 minutos, outro cruzamento de Marinho, na marca do pênalti, e Pedro perdeu livre.

Aos 30, Victor Hugo perdeu um cruzamento de Marinho, com a bola se oferecendo para ele quase que dentro do gol.

A torcida do Flamengo já estava preocupada com tantas oportunidades perdidas. Com 38 minutos, a partida mudou. O Santos ganhou o meio de campo e começou a levar perigo contra a meta do goleiro rubro-negro.

O Alvinegro Praiano perdeu todas as chances de empatar a partida ainda no primeiro tempo. Nesta etapa inicial, Vitinho não conseguiu jogar um futebol a altura de seus companheiros.

O segundo tempo começou da mesma maneira que o primeiro. Aos 10 minutos, Pedro perdeu oportunidade de fazer o segundo gol rubro-negro. Chutou para fora. Aos 15, o técnico mexeu no time, tirando Vitinho e colocando Lázaro.

Mais uma vez, tivemos a confirmação do ditado: quem não faz, leva. 20 minutos de jogo e um susto para a massa rubro-negra. Vinícius cobrou uma falta, e o goleiro Santos, do Flamengo, falhou: 1 a 1.

Aos 22, Dorival Júnior voltou a mexer no time da Gávea. Saíram Marinho, Everton Ribeiro e Victor Hugo, para as entradas de Gabigol, Diego Ribas e Arrascaeta. O treinador procurava dar mais segurança ao meio de campo rubro-negro, que contou muito com o talento de Everton Ribeiro.

Aos 28, o Santos estava melhor no jogo, quando a sorte sorriu para Gabigol, que pegou um rebote do ataque e chapou, marcando um gol que trouxe a vitória ao final do duelo. Com 2 a 1 no placar, mais próximo do final, Dorival chamou David Luiz e colocou o zagueiro no lugar de Pedro. Era a modificação precisa para dar mais segurança à zaga da Gávea.

Ainda aos 49 minutos, Lázaro perdeu um gol livre. Com o resultado de 2 a 1, a partida terminou e acabou fazendo jus ao Flamengo, que teve mais tranquilidade de aproveitar as oportunidades surgidas.

Um detalhe. O goleiro Santos, que é considerado um dos melhores do Brasil, tem que ser mais atento nas saídas de bola, para não ter problemas futuros.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo