Acordo na Justiça deixa Ivan mais próximo do Corinthians | OneFootball

Acordo na Justiça deixa Ivan mais próximo do Corinthians

Logo: Gazeta Esportiva.com

Gazeta Esportiva.com

Na noite da última quinta-feira, um acordo envolvendo a Ponte Preta e o ex-zagueiro Rodrigo, homologado pelo juiz Marcelo Chaim Chohfi, da 5ª Vara do Trabalho de Campinas, deixou os caminhos mais abertos para a confirmação do goleiro Ivan como novo reforço do Corinthians. A notícia foi dada pelo ge e confirmada pela Gazeta Esportiva junto à Ponte Preta.

Ivan já realizou exames no Timão, mas ainda não foi anunciado pelo clube, e a tendência é que o anúncio aconteça com mais facilidade após essa atualização do caso. Vale frisar que esse impasse envolvendo Rodrigo e Macaca não impedia as negociações entre Ivan e Corinthians, era um impedimento da própria Macaca. “(…) não houve bloqueio de negociação do atleta Ivan Quaresma da Silva, mas sim, que os valores que os clubes negociantes pagariam à Reclamada deveriam ser depositados nos autos até o valor do débito”, diz a decisão, em documento de poder público.

Em 2020, na ação movida por Rodrigo, existia uma restrição envolvendo o goleiro no processo por pendências em pagamentos. Quando a Justiça determinou a penhora de cotas da Macaca por essa dívida, a decisão trazia que “os valores de uma eventual transferência do goleiro Ivan” deveriam ser depositados em juízo “limitado ao valor da execução” ao zagueiro.

No acordo firmado, além do pagamento de 5% das cotas televisivas já depositadas da Série B, da Copa do Brasil e do Campeonato Paulista, a Ponte ainda terá retidos mais 5% das cotas do Estadual de 2023, “até a quitação do valor devido e devidamente atualizado a partir de 01/02/2022”.

Por fim, a decisão confirma: “De qualquer forma, deixo claro que o atleta IVAN QUARESMA DA SILVA fica sem qualquer restrição para negociação ou prosseguimento de negociação com outros clubes esportivos, com relação a este processo, assim como determino o levantamento da penhora de valores referente a tal transação, oficiando-se à Confederação Brasileira de Futebol para ciência”.

Ainda, alheio a essa decisão, a transferência de Ivan ao Corinthians envolve uma dívida da Ponte com o empresário Fernando Garcia. Gestões anteriores do clube fizeram empréstimos junto ao profissional, dando, como garantia, a venda de Ivan, em um valor atualizado que chegaria a aproximadamente R$ 11 milhões. Na semana passada, o presidente da Ponte, Marco Antônio Eberlin, havia dito que o time que adquirisse Ivan (no caso, o Corinthians) assumiria a dívida. Roberto de Andrade, diretor de futebol do alvinegro, negou a possibilidade.

Diante disso, a negociação envolvendo Ivan envolve um termo de quitação da dívida, que deve ser assinado por Garcia. Assim, os detalhes ficariam para ser acertados diretamente entre Corinthians e o empresário. A tendência, como falado por Duilio Monteiro Alves, presidente do clube, é a compra de 50% dos direitos econômicos do goleiro.

Mencionados neste artigo

Saiba mais sobre o veículo