A nova era do Napoli começa com ótima vitória sobre o Verona e brilho do garoto Kvaratskhelia | OneFootball

A nova era do Napoli começa com ótima vitória sobre o Verona e brilho do garoto Kvaratskhelia

Logo: Trivela

Trivela

O torcedor do Napoli tinha motivo para ficar nervoso porque bandeiras como Lorenzo Insigne, Kalidou Koulibaly e Dries Mertens foram embora, mas o começo dessa nova era foi promissor. Principalmente porque um dos reforços contratados para formar o novo ataque napolitano, o georgiano Khvicha Kvaratskhelia, foi um dos destaques da vitória por 5 a 2 sobre o Verona fora de casa pela primeira rodada do Campeonato Italiano.

O Verona também é um clube em um momento de incerteza, prestes a vender Giovanni Simeone ao próprio Napoli e agora sob o comando de Gabriele Cioffi, após a saída de Igor Tudor, que conduziu um ótimo nono lugar na última temporada. O começo desse novo trabalho está bem complicado. O Verona foi eliminado da Copa Itália pelo Bari, da segunda divisão, levando 4 a 1 em casa. Foi vazado nove vezes nos dois primeiros jogos da temporada – ambos em seu estádio.

Negociando novos reforços, como Giacomo Raspadori do Sassuolo e Keylor Novas do PSG, além de Simeone, o Napoli levou alguns sustos, mas conseguiu fazer seu ataque fluir, com ótimas atuações de Kvaratskhelia e Victor Osimhen, que será o principal líder do sistema ofensivo napolitano daqui para frente. Hirving Lozano também fez um bom jogo.

Aos 13 minutos, Zielinski exigiu uma boa defesa de Lorenzo Montipò, por cima do travessão. Lozano, pouco depois, recebeu uma cobrança de lateral dentro da área e acionou Kvaratskhelia, que dominou, abriu à perna direita e bateu com perigo. Em transição, Osimhen soltou no espaço para a chegada de Lozano. Batida cruzada, também perto da trave.

O Napoli jogou praticamente sozinho na primeira meia hora. Mas em sua primeira chegada, o Verona abriu o placar. Martin Hongla bateu colocado de fora da área, e Meret espalmou para escanteio. Na cobrança, Koray Günter desviou na primeira trave para Kevin Lasagna completar na segunda. Mas o Napoli não demorou a reagir. Ainda no primeiro tempo, Kvaratskhelia empatou de cabeça, após cruzamento de Lozano, e Osimhen apareceu na pequena área para conferir o desvio de Di Lorenzo, também em uma cobrança de escanteio.

A mesma coisa aconteceu no começo do segundo tempo: uma chegada do Verona, um gol. Faraoni cruzou da direita, e Thomas Henry subiu bem para desviar de cabeça. Mas em menos de dez minutos, o Napoli estava à frente novamente. Rápida transição, um passe de primeira de Kvaratskhelia para Zielinski tocar na saída de Montipò. A tranquilidade apareceu apenas com o gol de Stanislav Lobotka, que arrancou pelo meio e tocou de chapa no canto, aos 20 minutos da etapa final.

A partir daí, o Napoli não teve problemas para administrar o resultado. Ampliou, com uma linda jogada individual que começou em combinação entre Di Lorenzo e Politano e terminou com Osimhen ajeitando para Politano bater de esquerda da entrada da área. Adam Ounas até chegou a fazer o sexto, mas o gol foi anulado após checagem do assistente de vídeo. No geral, uma estreia positiva para o novo Napoli que está sendo montado para Luciano Spalletti.

.

Saiba mais sobre o veículo