A MLS teve um insano Cincinnati 4×4 New York City, com direito a sete gols brasileiros e show de Brenner | OneFootball

A MLS teve um insano Cincinnati 4×4 New York City, com direito a sete gols brasileiros e show de Brenner

Logo: Trivela

Trivela

A presença de jogadores brasileiros na Major League Soccer se tornou crescente durante os últimos anos. Atualmente, o Brasil é o segundo país com mais estrangeiros na liga, com apenas quatro atletas a menos que a Argentina. E a explosão verde e amarela na MLS possui outros números maiúsculos: de 13 atletas em 2018, os brasileiros agora são 33 na atual temporada. Um claro exemplo disso veio no maluco Cincinnati 4×4 New York City – o duelo entre o pior time disparado em 2021 e o atual campeão nacional. Dos oito gols marcados, sete tiveram autores canarinhos. Brenner carregou seu time com uma tripleta, enquanto três brazucas (Héber, Talles Magno e Gabriel Pereira) entraram em ação pelo NYCFC numa incrível reação.

O jogo parecia nas mãos do Cincinnati. A equipe da casa abriu três gols de diferença em Ohio. O primeiro gol foi o único de um “gringo”, marcado pelo argentino Luciano Acosta, após uma roubada no campo de ataque. Depois, Brenner começou a aparecer. O centroavante chegou a anotar um golaço de calcanhar, mas o lance foi anulado. Faria pra valer pouco depois, tocando na saída do goleiro. E, com 30 minutos no relógio, o centroavante ex-São Paulo guardou mais um. Virou uma linda meia-bicicleta dentro da área, consolidando a vantagem dos anfitriões.

O New York City poderia ter descontado aos 34, mas o goleiro Roman Celentano defendeu o pênalti cobrado por Maxi Moralez. Ainda assim, os celestes arrancaram o empate no primeiro tempo, em longos acréscimos possibilitados pelo VAR. A reação teve início aos 45, com ex-vascaíno Talles Magno, aproveitando uma bola viva após cobrança de escanteio. Depois, quem apareceu foi Héber. O atacante ex-Figueirense balançou as redes aos 47, tocando na saída do goleiro, e deixou tudo igual aos 52, em cabeçada fatal após falta cobrada para a área.

Com o jogo aberto, o New York City chegou a virar aos sete minutos do segundo tempo. Moralez deu sua terceira assistência na partida, mas com todos os méritos para Gabriel Pereira. O ex-corintiano abriu espaço para o chute e soltou um canudo da meia-lua, sem qualquer chance de defesa. Só não dava para achar que estava resolvido. O Cincinnati reviveu graças a Brenner, que recebeu o passe de Acosta e chutou com força de fora da área, para acertar o cantinho aos 25. Foi a primeira tripleta de sua carreira. O clube de Ohio ainda quis o quinto. Já nos minutos finais, parou em três defesas espetaculares do goleiro Sean Johnson, enquanto Brenner teria mais um gol anulado por impedimento num rebote.

As duas equipes se candidatam aos playoffs na Conferência Leste da MLS. O New York City assumiu a segunda posição com a vitória, somando 28 pontos. Já o Cincinnati evoluiu bastante em 2022 e aparece em sexto, quatro pontos atrás – já com uma pontuação superior à registrada na campanha passada. Apesar da chuva de gols em Ohio, nenhum brasileiro briga pela artilharia no momento. O melhor desempenho é de Luquinhas, ex-Legia Varsóvia, com cinco tentos pelo New York Red Bulls.

Saiba mais sobre o veículo