20 anos após título espanhol, Deportivo La Coruña cai à 3ª divisão | OneFootball

20 anos após título espanhol, Deportivo La Coruña cai à 3ª divisão

Logo: OneFootball

OneFootball

Vitor Geron

Na temporada em que comemora 20 anos do título de La Liga, o Deportivo La Coruña vive outra realidade e está rebaixado para a terceira divisão da Espanha.

Reduto de muitos brasileiros em históricas equipes nas décadas de 1990 e 2000, o Deportivo acumula uma década como coadjuvante e voltará a jogar o terceiro escalão do futebol espanhol após quase 30 anos.


Caiu sem entrar em campo

A equipe chegou à última rodada na 19ª posição, com 48 pontos (a segunda divisão espanhola tem 22 times), precisando de resultados paralelos para livrar-se do rebaixamento: além de vencer o Fuenlabrada, dependia dos tropeços de Lugo e Albacete.

Porém, em um dia de muita polêmica, o clube nem entrou em campo e mesmo assim acabou rebaixado.

O Fuenlabrada teve sete jogadores diagnosticados com coronavírus antes da partida, o que fez com que a partida do Deportivo fosse a única adiada entre os 11 jogos que ocorreriam nesta segunda-feira.

Com as vitórias de Lugo e Albacete, o destino do Deportivo La Coruña foi sacramentado.


Anos de glória ficaram no passado

Quem acompanhou o Deportivo La Coruña nos anos 1990 e 2000, certamente lembra de campanhas e jogos épicos da equipe azul e branca. Além do título em 2000, a equipe acumulou quatro vice-campeonatos e quatro terceiros lugares no Campeonato Espanhol entre 1993 e 2004.

Foto: Andreas Rentz/Bongarts/Getty Images

No mesmo período, o Deportivo foi campeão da Copa do Rei duas vezes (1995 e 2002) e virou presença constante nas competições continentais. A campanha de maior destaque foi a semifinal da Champions League de 2002/2003, quando acabou eliminado pelo campeão Porto, após passar pelos gigantes Juventus e Milan.


Brasileiros fizeram história

Foto: Jamie McDonald/Getty Images

Não foram poucos os brasileiros que contribuíram para a era de ouro do Deportivo. Mauro Silva, Djalminha, Donato e Bebeto viraram ídolo. Flávio Conceição, Rivaldo, Luizão, César Sampaio e, mais recentemente, Filipe Luís, também defenderam o clube.

Mauro Silva talvez seja o maior ídolo entre os brasileiros. O volante tetracampeão mundial defendeu a camisa azul e branca entre 1992 e 2005, depois que deixou o Bragantino. Foram mais de 400 jogos pelo Deportivo.

Entre os artilheiros, o destaque brasileiro é Bebeto, que marcou 100 gols pelo Deportivo em quatro temporadas, entre 1992 e 1996.


Década de crise

Depois dos tempos áureos, o Deportivo passou por dificuldades na década de 2010. A equipe foi rebaixada em 2010/2011, voltou no ano seguinte e caiu de novo. E mesmo após voltar, enfrentou dificuldades na elite, nunca superando o 15º lugar.

Foto: David Ramos/Getty Images

Depois da queda em 2017/2018, fez uma temporada regular, terminando em 6º, mas não conseguiu o acesso. Na atual edição, a crise se intensificou, e o Deportivo passou a brigar na parte inferior da tabela.

Depois da pausa da pandemia, a equipe ensaiou uma reação com uma sequência de sete jogos sem derrotas (três vitórias e quatro empates). Foi essa sequência que manteve as esperanças de escapar da terceira divisão. Mas as derrotas para Málaga, Extremadura e Mirandés pirou a situação, que culminou no rebaixamento nesta segunda-feira.


Foto destaque: Twitter/Deportivo La Coruña