1-2: Reviravolta com dez e a caminho dos quartos da Taça | OneFootball

1-2: Reviravolta com dez e a caminho dos quartos da Taça

Logo: Real Madrid Official

Real Madrid Official

O Real Madrid acrescentou um novo capítulo à sua lenda de nunca se render e nunca desistir no Martínez Valero, por mais complicado que o objectivo possa ser. Quando tudo estava contra, perdendo por 1-0 e com um jogador a menos devido à expulsão de Marcelo aos 102', a equipa de Ancelotti realizou uma grande segundo metade do tempo extra para garantir o seu lugar nos quartos-de-final da Taça do Rei com golos de Isco aos 108' e Hazard aos 115'. Os madridistas conhecerão o seu próximo adversário na sexta-feira.

A primeira metade foi divertida e com opções para cada equipa. O conjunto da casa foi o primeiro a tentar após dez minutos. Josan colocou a bola na área e Carrillo, em frente à baliza, acertou na trave. O Elche tentou novamente 16 minutos mais tarde. Desta vez foi Mojica que cruzou do outro flanco e novamente Carrillo rematou a bola, desta vez com a cabeça, mas deparou-se com uma grande defesa de Lunin. A resposta da nossa equipa chegou perto do intervalo e por duas vezes. Vini Jr. jogou a bola para Camavinga e o remate do francês da entrada da área acabou nas mãos de Werner no minuto 40. Dois minutos depois apareceu um pormenor de génio de Marcelo, incluindo uma coxa para fugir de Josan, cruzando a bola para trás e o remate de Rodrygo não conseguiu encontrar o alvo. A segunda metade também foi disputada a um ritmo elevado, mas quase não houve jogadas perigosas. No minuto 72, Ancelotti colocou Modrić e Casemiro no lugar de Valverde e Camavinga. Foi precisamente o brasileiro que tentou a sua sorte cinco minutos mais tarde com um remate da entrada da área que forçou Werner a uma bela defesa para desviar a bola para canto. A nossa equipa continuou a procurar o golo da vitória e podia tê-lo encontrado aos 82 minutos após uma boa jogada colectiva, na qual Marcelo cedeu a bola a Vini Jr. com o seu calcanhar e o remate deste último dentro da área acabou nas mãos do guarda-redes da casa.  O jogo foi para o tempo extra.

O tempo extra começou com um perigoso pontapé livre de Gumbau aos 96' que forçou Lunin a fazer uma boa defesa. A resposta dos visitantes veio dois minutos mais tarde. Vini Jr. recuperou a bola perto da área e deu a bola a Casemiro, que não conseguiu encontrar o alvo com o seu remate. No minuto 102, Marcelo foi expulso por ter derrubado Morente quando se isolava frente a Lunin. Do pontapé livre, o azar abateu-se sobre a nossa equipa com o remate de Verdú na recarga desviou em Ceballos e significou o primeiro golo do jogo.

Reviravolta com dez O Real Madrid, como a sua história sempre demonstrou, não ia desistir e empatou aos 108'. Casemiro colocou a bola para trás, Ceballos finalizou com o seu pé esquerdo e Isco tocou ao de leve na bola ultrapassando Werner. Apesar de jogar com um homem a menos, a nossa equipa continuou a dominar e no minuto 118 chegou o tento da vitória. Um grande passe da Alaba para as costas da defesa e Hazard fez o resto. Ele bateu o guarda-redes da casa com um remate perfeito de pé esquerdo para selar a vitória da nossa equipa. No último minuto, o árbitro anulou um golo de Fidel por falta de Verdú sobre Lucas Vázquez. Os madridistas conhecerão esta sexta-feira o seu adversário nos quartos-de-final da Taça.

Mencionados neste artigo